Por Eduardo Gosson(*)

A mulher é um ser de alta complexidade. Há um ditado em árabe que diz que o advogado das mulheres suicidou-se. Sucumbiu às pressões. Vamos aos fatos:
Minha primeira neta, hoje com dez anos, quando nasceu ganhou um poema chamado Canção para Rebeca Jamyle. Ao final digo: Deixam que eu te encha de ternura e camelos/porque jovem graciosa/os dias e as noites agora terão mais brilho.
Esta semana saiu-se com a seguinte pergunta:
--Vovô, ternura o senhor tem muita. Mas... cadê os camelos?
É poeta. Presidiu a UBE-RN de 2008 a 2013

LEITORES COMENTAM A CRÔNICA REBECA, MULHERES E CAMELOS DO CONFRADE EDUARDO GOSSON
ARIMA
Eduardo,

Adorei o trecho do poema para a sua neta.

Abraços, Arima

CLAUDIA SANTA ROSA

Que beleza!

DIULINDA GARCIA

Olá Edu,
Poeta que és, usaste "os camelos" como metáfora, mas para que Rebeca
desvende o mistério: o que realmente quis dizer o poeta .Para mim "os camelos",
figuram como a bonança, a segurança, a proteção. Agora pergunto eu: é isso?
Linguagem poética...adoro!
Grande abraço,
Diulinda



FRANCISCO ALVES

Deve ter uma vaga imensa de avô
Pra estacionar no teu coração de poeta.
Um lugar aonde Rebeca se chega e se aconchega
E se embebe de ternura,
Água limpa que sacia sua sede
E a faz feliz assim, interrogativa e afirmante,
Certa de que a ela pertencem os camelos
E as tuas canções de ninar.
(E-mail, 17.11.2014)


HORÁCIO PAIVA

Legal, Eduardo. Criança tem cada uma! E o Poeta, hein? Transforma tudo em pérolas...

Abraço fraterno,
Horácio Paiva


JANIA SOUZA
Sabedoria de criança. Amigo, a bela Rebeca enche teu coração com todos os camelos do universo. Chama-se felicidade suprema. Parabéns pela afetuosa e encantadora família. Você e ela são verdadeiras bençãos para nós. Grande abraço fraterno. E-mail de 18.10.2014

LISBETH LIMA

Eduardo,
os camelos estão correndo, correndo soltos por caminhos desenhados com suas patas...
para a frente, o dourado da areia que emenda com o céu...
Um abraço para Rebeca que aos 10 anos já sente e sabe o que é ternura. Camelos, ela terá a vida toda para procurá-los.
Um abraço com ternura de avô e desejos de camelo, Lisbeth



VALDENIDES CABRAL

Diga-lhe que os camelos pastam as estrelas do Céu e ruminam cometas para iluminar a vida de pequenas fadas aqui na terra. E para aumentar mais e mais a ternura dos avôs.
Beijo
Valdenides Cabral


RIZOLETE FERNANDES

Enternecedor, Poeta!
Rizó

RUBENS AZEVEDO


Queridíssimo e especial Amigo-irmão Edu:
Tenha sempre saúde e paz junto à querida Família!
Daqui da longínqua Nova Friburgo/RJ envio-lhe nosso fraternal e incentivador abraço, rogando a Deus que lhe dê muita paciência e resignação para suportar as agruras das missões que lhe foram destinadas; ELE as concederá, tenha muita fé!
Sobre a Rebeca, um ser especial e que lhe foi destinada para amenizar os seus sofrimentos, como lhe disse, é uma criança "cristal" - sugiro que lei a respeito no "gugu", isto é, no Google... Malu ficou encantadíssima com ela (e eu também, óbvio!).
Com o tempo ela entenderá o motivo dos "camelos"...
Fiquem bem sempre! Contem com as nossas continuadas preces!
(E-mail, 20.11.2014)