Por Diulinda Garcia*

No dia 21 de janeiro do ano em curso,no Lúdovicus-Instituto Luis da Câmara Cascudo-

celebrava-se a missa de sétimo dia de Anna Maria Cascudo Barreto.Achavam-se ali,familiares,amigos,confrades e admiradores que,contritos vieram prestar a última demonstração de apreço,dar o seu último testemunho de amizade ,repeito e admiração.Não havia pranto,mas a contrição
própria das despedidas,sobretudo quando não há perspectivas de volta,troca de mensagens ou telefonemas...
Fechara-se um ciclo e começava uma nova jornada, não só para os que teriam de prosseguir,agora sem a presença física da mãe,avó,sogra,amiga e confreira,mas para ela própria,que seguiria a trajetória inevitável dos que são chamados a abandonar a matéria,rumo à eternidade da essência.Concluíra aqui, o que lhe fora confiado, chamada então," retorna ao pai",com dissera o celebrante em sua eloquência litúrgica.

Homenagens,lembranças e recordações,foram pinceladas com várioos matizes para compor o retrato de uma mulher determinada,que deixou nas pegadas de sua caminhada terrena,o exemplo de dedicação a família,aos amigos e sobretudo à preservação e divulgação do legado deixado pelo mais ilustre representante da cultura do Rio Grande do Norte,Luis da Câmara Cascudo.Percebia-se naquele fim de tarde iluminado pela luz crepuscular,uma serenidade explícita em cada semblante,como se ali se materializasse a tão sonhada "paz budista,a simplicidade,a aceitação e o lirismo",como escrevera a própria Anna Maria,no artigo intitulado A IMPORTÂNCIA DO ESSENCIAL-ANL-Revista N.39/2014.

Tudo parecia seguir a trilha dos próprios sonhos de uma mulher,cuja pluralidade a muitos encantou.Viveu como quis em sua multiplicidade,tornando-se em poucos anos uma intelectual ilustre da contemporaneidade
potiguar,deixando uma produção litterária respeitável,além de admiradores querendo reconhecer o seu
saber e quem sabe sabê-lo.Anna Maria aprendera com seu pai e mestre, Luis da câmara Cascudo, arte de"unir retalhos de uma obra de ricas páginas repletas de ensinamentos".


*Membro da União Brasileira de Escritores do Rio Grande do Norte(UBERN)
Sócia Efetivaa do Instituto Histórico e Geográafico do Rio Grande do Norte(IHGRN)