Pôr  Eduardo Gosson

 Em nossa sociedade as pessoas, a família, todos precisamos ficar atentos para o tráfico de drogas que tem destruído vidas e famílias inteiras. Por esse motivo, a droga tornou-se     o inimigo número um que precisa ser combatida com rigor.

Por que as pessoas se drogam? Com certeza porque, em nosso meio, os valores estão invertidos.  Atualmente, o Brasil vive a sua pior crise desde a Proclamação da República. Crise ÉTICA E MORAL profunda. Como somos  um país rico  em recursos naturais, temos  na região amazônica a maior biodiversidade do mundo. Temos  o pre-sal,  entre outros. Com certeza iremos se recuperar logo.

Por cuidar da Segurança Nacional, o Exército  Brasileiro tem um planejamento até o ano de 2030 para  região amazônica. E na luta de guerrilha nós somos o melhor. Periodicamente, outros exércitos veem para aprender as técnicas de guerrilha. A tentativa de invasão da Amazônia é uma questão para já. Será comandada pelo país que quer ser a polícia do mundo – EUA.

Faço essas breves considerações para dizer que, nesta luta, tem que acrescentar o narcotráfico que já está infiltrado no Estado brasileiro. Outro dia vi  uma reportagem dizendo que no Rio de Janeiro o tráfico conseguiu subornar um batalhão inteiro: do soldado ao comandante da  Polícia Militar. A Constituição diz que a PM é força Auxiliar doxército.

Por último, tem que se mudar a estratégia: em vez de estar subindo o morro (varejo) temos que vigiar os nossos 16.000 quilômetros de costa e as nossas fronteiras. Por exemplo, pela Ponte da Amizade  entra todo tipo de contrabando, principalmente armas pesadas.   Fazer periodicamente varreduras (mandados de busca e apreensão) em fazendas que dão apoio aos traficantes. Expropiar os bens e destinar para área social: saúde, educação e Segurança. Só assim  teremos um verdadeiro Estado Democrático  de Direito. E não esse modelo que aí está montado: não há diferença entre um TEMER e um FERNANDINHO BEIRA-MAR. Acorda. Brasil!

Eduardo Gosson  é escritor.