EM TEU CRESPO JARDIM,  ANÊMONAS CASTANHAS

Em teu crespo jardim, anêmonas castanhas

Detêm a mão ansiosa: devagar.

Cada pétala ou sépala seja lentamente

Acariciada, céu; e a vista pouse,

Beijo abstrato, antes do beijo ritual,

Na flora pubescente, amor; e tudo é sagrado.

COXAS BUNDAS COXAS

Coxas         bundas       coxas

Bundas       coxas         bundas

Lábios        línguas       unhas

Cheiros       vulvas        céus

Terrestres

Infernais

No espaço ardente de uma hora

Intervalada em muito s meses

De abstinência  e  depressão

O CHÃO É CAMA

O chão é cama para o amor urgente,

Amor que não espera ir para a cama.

Sobre tapete ou duro piso, a gente

Compõe de  corpo e corpo a úmida trama.

E para repousar do amor, vamos à cama.