Ai, flores de meu verde prado…

 

 

Ai,flores de meu verde prado,

Fazei acordo comigo.

Que das manhas do amor sentido

Vistes vós o desalmado.

Ai, flores, procurai o amado,

Ao rouxinol perguntai.

Bem asinha logo aprazai

Tempo de estar ao  meu lado.

Ai, flores de meu verde prado,

Tanta ausência jaz comigo

sem grito de esperança, ázigo

canto da amante e do amado.

Desse amor que descaminha

por quem só vivendo ama,

Ai, flores de verde rama,

triste sina estar sozinha.

( cantigas de amigo / 1980)