Pesquisa e Texto: Frank Tavares Correia

“Luminosa deve ter sido aquela noite memorável em que o Onipotente, chamando o velho patriarca mandou que olhasse o céu e contasse as estrelas se pudesse. Sobre a cabeça do venerando caldeu arqueava-se imenso dossel ponteado de luz. ‘Suspense caelum. Contempla o céu’. ‘Assim numerosa como as estrelas do céu será tua geração’. E o velho Abraão alongou seu olhar nas profundezas do firmamento iluminado” (JOSÉ ADELINO DANTAS. Formação do Seminarista. Rio de Janeiro: Vozes, 1947, p. 22).

O livro: “Formação do seminarista”, foi publicado pela Editora Vozes (Petrópolis/RJ) em 1947. O “nihil obstat” é do censor, padre FRANCISCO DAS CHAGAS NEVES GURGEL (*? – +?), e o “imprimatur” é do bispo Diocesano, Dom MARCOLINO DANTAS (22-01-1888 – 08-04-1967). A seguir vem uma expressa gratidão aos Bispos Diocesanos Dom JOSÉ PEREIRA ALVES (05-03-1885 – 21-12-1947) e seu sucessor Dom MARCOLINO DE SOUZA DANTAS. O livro traz ainda a presente dedicatória: “à memória do meu inolvidável mestre e amigo Cônego Luis Gonzaga do Monte” (03-01-1905 – 28-02-1944). A apresentação é do então Censor da Cúria Diocesana de Natal, o Padre FRANCISCO DAS CHAGAS NEVES GURGEL. A obra está disposta em 37 capítulos e 184 páginas.

A temática do livro é dedicada ao seminarista durante sua travessia de seminário. E o autor manejava o tema com autoridade de um Reitor de Seminário, vez no ano da edição de sua “Formação do Seminarista”, 1947, era Reitor do Seminário Diocesano de Natal, cargo ocupado desde 1935, donde só se afastou para ocupar o Bispado de Caicó em 1952.

Bibliografia de Dom JOSÉ ADELINO DANTAS. Além de “Formação do Seminarista”, dom ADELINO DANTAS publicou: “Homens e Fatos do Seridó Antigo” – 1962, e “O Coronel de Milícias Caetano Dantas Correia” – 1977 (ambos reeditados pela Editora Sebo Vermelho, Natal-RN).

Dados do Autor. Dom JOSÉ ADELINO DANTAS (17-03-1910 – 24-3-1983), professor, latinista, bispo de três sedes episcopais (Caicó-RN, Garanhuns-PE, Rui Barbosa-BA), escritor (membro da Academia de Letras, ocupante da cadeira 22), historiador (membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte), repousa na Capela do N. S. do Perpetuo Socorro, em Carnaúba dos Dantas, RN.

 

Bibliografia:

AZEVEDO, Aluísio. Dom José Adelino Dantas. Brasília: Senado, 1990.

BEZERRA, Severino. Levitas do Senhor. Natal: Clima, 1987.

DANTAS, José Adelino. O Coronel de Milícias Caetano Dantas Correia – Ao ensejo dos seus 180 anos de sua morte um Inventário revelando o homem –. Natal, 1977.

DANTAS, Formação do Seminarista. Rio de Janeiro: Vozes, 1947.

Related posts: