Carlos Yeshua


Quais são as habilidades necessárias para escrever um bom texto literário, capaz de seduzir o leitor e passar pelos crivos de um editor exigente? Estas são algumas das perguntas que os novos autores costumam fazer, quando pretendem seguir a carreira de escritor profissional, ou mesmo quando se deseja apenas publicar um livro sem muita pretensão na área das letras. Para tratar desse assunto, a União Brasileira de Escritores-UBE/BA realizará neste sábado, dia 18 de maio, às 18h, na livraria Saraiva do Salvador Shopping – Espaço Castro Alves, o seminário A ARTE DE ESCREVER: LITERATURA, que terá como palestrantes, os escritores Carlos Alberto Barreto (coordenador do Movimento Cultural Artpoesia), Felisbelo da Silva (autor de 800 obras escritas, em todos os gêneros literários e candidato a Academia Brasileira de Letras) e Lycia Barros, escritora carioca que estará em Salvador no mesmo dia (18) para ministrar o curso “Como escrever ficção”. Na ocasião, a autora autografará alguns dos seus livros, como Uma herança de amor e A Bandeja – Qual pecado te seduz?

O seminário é gratuito e tem o objetivo de apresentar experiências e técnicas de como escrever poesias, contos e romances; técnicas estas que servirão tanto para aspirantes a escritor, como também para aqueles que já escrevem, mas desejam adquiri novos métodos que possam facilitar a produção de textos mais atraentes e artísticos. Schopenhauer em “A arte de escrever”, classifica três tipos de autores: os que escrevem sem pensar, a partir da memória, de recordações ou a partir de livros alheios; os que pensam para escrever, ou escrevem quando pensam. E o terceiro, indicado pelo filósofo alemão como o mais recomendado, que são os escritores que pensaram antes de se pôr a escrever. Ou seja, escrevem apenas porque pensaram. Estes sim seriam aqueles que realmente merecem serem lindos, pois produzem uma obra original. Estas são algumas das ideias que serão apresentadas durante o evento.