(Nati), nasceu em Natal em 08 de setembro de 1914. Escritora, poetisa, trovadora, teatróloga,ufologista. Filha de Manoel Marcolino da Silva e Maria Gomes da Silva.

             Foi casada com Manoel Genésio Cortez Gomes, tendo 24 filhos dos quais 17 foram criados.
             Autora de textos sacros, foi sócia da Sociedade Brasileira de Autores Teatrais -SBAT, da Academia de Trovas do RN, da ANRA(Associação Norte-Riograndense de Astronomia - ANRA. Participação em: Escritores do Brasil (vários anos); Coletânea dos Poetas do Brasil, O Livro da Ajebiana/1979, Fortaleza/CE. Publicou: Diálogo das Estrelas,1971/Natal (teatro), A Abelhinha Sonhadora, 1973/Natal (teatro); O
Mistério dos Discos Voadores, 1976/Natal (literatura de Cordel); A
Guerra dos Planetas, Natal; O Curumim Amazônico; O Maribondo Amaroso,
Natal.
           Católica, era devota de Nossa Senhora como intercessora. Fez
parte do canto da igreja do Salesiano; pertenceu a Ordem Terceira do
Carmo; Cooperadora Salesiana; divulgava o valor do escapulário e do
terço mariano. Faleceu no mês de devoção, MAIO, em 02/05/1989. Hoje,
estaria completando 99 anos. Assim escreveu sobre maio: "Adeus maio,
até o maio eterno que não conhecerá o ocaso"
            No ano passado foi homenageada no V Encontro Potiguar de Escritores, promovido pela União Brasileira de Escritores – UBE/RN, na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, no dia 30 de outubro. A Resolução nº 02/2012 da UBE criou a Coleção Nati Cortez (infanto-juvenil) e entrega, agora, ao publico leitor a 2ª edição do Marimbondo Amoroso, inaugurando a referida Coleção.